Em 2017, os acionistas que receberam mais lucros e dividendos são do setor financeiro

28 de maio de 2018

Em 2017, 251 empresas de capital aberto distribuíram aos seus acionistas R$ 79,63 bilhões, maior valor desde 2010 e 13,31% maior que em 2016. Os bancos foram o setor com maior volume financeiro distribuído, com R$ 28,3 bilhões no ano passado, valor que corresponde a 35,63% do total. O levantamento foi divulgado pela Economática, maior empresa de informações financeiras da América Latina.

É sabido que bancos conseguem lucros mesmo em períodos de crise no Brasil. Porém, enquanto distribuem bilhões a acionistas, a responsabilidade social não recebe tanta atenção e as demissões crescem cada vez mais.

Graças à lei 9.249/1995, sancionada pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso em 1995, a distribuição de lucros e dividendos aos acionistas é totalmente livre de qualquer imposto. Entre os países membros e parceiros da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE), somente o Brasil e a Estônia não tributam estes valores.

O levantamento da Economática foi elaborado considerando empresas que têm dados disponíveis de 2010 até 2017.

Fonte: bancariosbh.org.br


Share